Metodologia como teoria e prática da pesquisa acadêmica:

a desconstrução da tese de Ecléa Bosi a partir de um modelo metodológico

  • Andreza Patricia Almeida dos Santos Universidade de São Paulo
  • Guilherme Libardi Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Larissa Rosa Universidade de São Paulo
  • Lourdes Silva Universidade de Santo Amaro
  • Nadini Lopes de Almeida Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Metodologia, Pesquisa em Comunicação, Modelo metodológico, Desconstrução metodológica, Ecléa Bosi

Resumo

O objetivo deste artigo é desconstruir metodologicamente a tese “Leituras de operárias: estudo de um grupo de trabalhadoras de São Paulo” (BOSI, 1971) a partir de um modelo metodológico de Pesquisa em Comunicação (LOPES, 2001). Assim, este estudo se reporta a um trabalho da disciplina Metodologia da Pesquisa em Comunicação e foi produzido coletivamente por um grupo composto por cinco pessoas. Entre os resultados alcançados no processo de produção do trabalho, destacamos o esforço intelectual em “pensar metodologicamente” o processo de construção de uma pesquisa e, consequentemente, em produzir conhecimento de modo mais eficaz.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andreza Patricia Almeida dos Santos, Universidade de São Paulo

Bacharel em Comunicação e mestra em Ciências Sociais pela UFRRJ, atualmente é doutoranda em Ciências da Comunicação pela ECA/USP. Seus principais interesses de pesquisa giram entorno de: ficção televisiva, comunicação, etnografia virtual, epistemologia e metodologia

Guilherme Libardi, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Bacharel em Comunicação com habilitação em Publicidade e Propaganda pela ESPM-Sul, Mestre em Comunicação e Informação pela UFRGS e Doutorando no mesmo programa. Seu tema de pesquisa articula os temas vinculados aos Estudos Culturais, Estudos de Recepção, identidade e interseccionalidade.

Larissa Rosa, Universidade de São Paulo

Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero e mestranda em Ciências da Comunicação pela ECA/USP. Seus principais interesses de estudo são voltados às construções discursivas e à condição feminina.

Lourdes Silva, Universidade de Santo Amaro

Doutora em Comunicação e Informação pela UFRGS, docente do Mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas da Unisa e do Curso de Comunicação. Entre seus temas de interesse destacam-se: os Estudos Culturais e os de Recepção, identidade, metodologia e ficção televisiva.

Nadini Lopes de Almeida, Universidade de São Paulo

Mestre e doutoranda no programa em Ciências da Comunicação pela ECA/USP e é docente no complexo FMU FIAM-FAAM. Entre seus temas de pesquisa encontram-se as questões referentes à liberdade de imprensa, ética, midiatização, sob a ótica do dinamarquês Stig Hjarvard e jornalismo opinativo.

Publicado
2019-01-07
Como Citar
Santos, A., Libardi, G., Rosa, L., Silva, L., & Almeida, N. (2019). Metodologia como teoria e prática da pesquisa acadêmica:. Revista Alterjor, 19(1), 106-128. Recuperado de http://www.journals.usp.br/alterjor/article/view/153189