Apocalipse carioca: peste, guerra, fome e morte no noticiário

Palavras-chave: Jornalismo construtivo; Rio de Janeiro; critérios de noticiabilidade; negativo.

Resumo

O presente artigo é resultado de uma pesquisa mais ampla que se propõe a investigar como o noticiário carioca utiliza o aspecto negativo como principal critério de noticiabilidade. O “Jornalismo Construtivo” preconiza uma nova forma de abordagem das notícias pautado na função social do jornalismo, entendendo que deve-se ir além de apenas tornar público um problema, mas também munir sua audiência de informações inspiradoras que foquem em possíveis soluções.  A partir desse conceito, a hipótese central deste trabalho é a de que o ambiente apontado pela mídia pode causar pessimismo e provocar uma sensação de apatia diante de um cenário apocalíptico. Usando como metáfora os quatro cavaleiros do apocalipse bíblico – Peste, Guerra, Fome e Morte – como instrumento de análise, observa-se que as manchetes imprimem um tom de caos absoluto na cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

SINGER, B. Modernidade, hiperestímulo e o início do sensacionalismo popular in CHARNEY, Leo & SHWARTZ, Vanessa R. O cinema e a invenção da vida moderna. 2ª ed. São Paulo: Cosac Naify, 2004.

GALTUNG, J and RUGE, M. The Structure of Foreign News: The presentation of the Congo, Cuba and Cyprus crises four Norwegian newspapers. In.: WOLF, Mauro. Teoria das comunicações de massa. 6ª ed. São Paulo. WMF Martins Fontes, 2012, p. 215.

GOFFMAN, Erving. Os quadros da experiência social: uma perspectiva de análise. Petrópolis: Editora Vozes, 2012.

HAAGERUP, Ulrik. Constructive news. Dinamarca: Aarhus University Press, 2017.

JACKSON, J. You are what you read. Grã Bretanha. 1ª ed.Editora: CPI Group, 2019.

SONTAG, Susan. A Doença como Metáfora. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

SONTAG, Susan. Aids e Suas Metáforas. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

THOMPSON, John B. Mídia e Modernidade, uma teoria social da Mídia. 5ª ed. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 1998.

TRAQUINA, Nelson. Teorias do Jornalismo, Volume I: Porque as notícias são como são. 2.ed. Florianópolis: Insular, 2005.

TRAQUINA, Nelson. Teorias do jornalismo Volume II – A tribo jornalística – uma comunidade interpretativa transnacional. 2ª ed. Florianópolis: Insular, 2008.

TUCHMANN, Gaye. A objetividade como ritual estratégico: uma análise das noções de objetividade dos jornalistas. In.: TRAQUINA, Nelson (org.) Jornalismo - questões, teorias e “estórias”. Lisboa: Vega, 1993, p. 74-90.

WOLF, Mauro. Teoria das comunicações de massa. 6ª ed. São Paulo. WMF Martins Fontes, 2012.

Publicado
2020-07-06
Como Citar
Martins, M., de Andrade, R., Mesquita, D., & Latini, G. (2020). Apocalipse carioca: peste, guerra, fome e morte no noticiário. Revista Alterjor, 22(2), 195-209. https://doi.org/10.11606/issn.2176-1507.v22i2p195-209