Revista Alterjor http://www.journals.usp.br/alterjor <p>A revista Alterjor é uma publicação semestral do Grupo de Pesquisas Alterjor (ECA/USP), que tem como foco o jornalismo popular e alternativo. O primeiro termo se define pelas práticas jornalísticas realizadas em organizações do movimento social e popular, incluindo o chamado Terceiro Setor, que tenham, como objetivos centrais, o fortalecimento institucional de tais organizações e a socialização de temáticas que envolvam a defesa da cidadania e que defendam o protagonismo de segmentos sociais não hegemônicos. Já o jornalismo alternativo se conduz pelas experiências de jornalismo nas diversas mídias que tenham, como objetivo central, fomentar o debate público sobre as mesmas temáticas delimitadas na definição de jornalismo popular. Com isso, Alterjor convida o leitor a pensar sobre a viabilidade da democratização da comunicação para todos os segmentos da sociedade.</p> Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes pt-BR Revista Alterjor 2176-1507 <p>Os trabalhos publicados na Revista Alterjor têm como modelo da licença de no padrão Creative Commons, com obrigação da atribuição do(s) autor(es), proibição de derivação de qualquer material publicado e comercialização. Ao concordar com os termos, o(s) autor(es) cedem os direitos autorais à Revista Alterjor, não podendo ter licenciamento alterado ou revertido de maneira diferente do Creative Commons (by-nc-nd). Informações adicionais em: <a href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0" target="_blank" rel="noopener">creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0</a></p> Seleção Brasileira ou Youtuber http://www.journals.usp.br/alterjor/article/view/157739 <p>Este artigo tem por finalidade discutir se crianças e adolescentes estão desistindo do sonho de ser jogador de futebol para tentar ganhar fama e dinheiro como youtuber. Para isso, foram realizadas pesquisas com especialistas e análises de reportagens no segundo semestre de 2018. A pesquisa se justifica pela importância das informações, a fim de enriquecer investigações científicas, tecnológicas, educacionais, sociais e, por conseguinte, contribuir com pesquisadores e interessados no assunto. Trata-se de pesquisa bibliográfica, qualitativa e exploratória, que se justifica pela importância dos temas na atualidade, buscando-se a percepção desses fatores enquanto fenômenos culturais.</p> Edwaldo Costa Rafael Dutra de Miranda ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2019-07-14 2019-07-14 20 2 42 62 O papel da imprensa negra brasileira http://www.journals.usp.br/alterjor/article/view/157190 <p>Discute a relação entre a imprensa negra, os movimentos negros e a memória da negritude brasileira, em uma abordagem metodológica teórica e documental, a partir de estudos bibliográficos sobre o tema e pesquisas em três edições de periódicos negros de diferentes períodos da história. A compreensão sobre a contribuição dos personagens negros e dos movimentos negros são fundamentais para que a negritude e a sociedade brasileira como um todo tenham uma percepção mais assertiva sobre a temática racial e busquem alternativas para o enfrentamento ao racismo. A partir deste trabalho é possível considerar que a imprensa negra desempenha um importante papel na construção de uma memória protagonista da negritude nas lutas contra a escravidão e a marginalização da população negra.</p> Valmir Teixeira de Araujo ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2019-07-14 2019-07-14 20 2 212 228 A relação entre o WhatsApp e erros jornalísticos http://www.journals.usp.br/alterjor/article/view/157301 <p>Este artigo apresenta o resultado de um estudo a respeito de um erro jornalístico que teve como origem um grupo de <em>WhatsApp</em> que reúne jornalistas e agentes de segurança pública no Distrito Federal. Os dois mais importantes sites noticiosos de Brasília divulgaram notícias segundo as quais teria sido encontrado um feto em uma quadra residencial da capital. Depois, soube-se que se tratava de restos de cenoura e banana dentro de um preservativo. O artigo discute causas do erro e contrasta o processo que levou a divulgacão das notícias com o que pesquisadores defendem a respeito de checagem e averiguação na apuração jornalística.</p> <p>&nbsp;</p> Isa Coelho Stacciarini Solano dos Santos Nascimento ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2019-07-14 2019-07-14 20 2 88 99 A democracia espetacular à brasileira http://www.journals.usp.br/alterjor/article/view/157652 <p>O artigo busca compreender a crise política brasileira contemporânea com base na forma de democracia da fase do poder espetacular integrado, conceito de Guy Debord, vigente dos anos 1980 até os dias atuais, e na forma de democracia observada por Florestan Fernandes na redefinição da autocracia burguesa no processo político de instalação da “nova república”. O fundamento teórico dos processos de consenso e coerção para a sustentação da forma de democracia espetacular à brasileira está no conceito de Estado ampliado de Antonio Gramsci.</p> Emerson Ike Coan ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2019-07-14 2019-07-14 20 2 63 87 Algoritmos no Facebook http://www.journals.usp.br/alterjor/article/view/157853 <p>Este artigo analisa quais foram as principais mudanças algorítmicas da rede social digital Facebook para entender como isso impactou o processo de produção de notícias no ambiente digital. No que diz respeito à produção jornalística, as mudanças forçaram os produtores de conteúdo a se adaptarem para alcançar bons resultados. Já os indivíduos que não se adequaram, sofreram prejuízos relacionados ao ranqueamento de publicações, por exemplo. Portanto, nota-se a importância de considerar as mudanças algorítmicas no processo de produção não só de notícias, mas como de qualquer conteúdo distribuído na rede social digital. Para compor a análise bibliográfica deste trabalho sobre algoritmos foram consultados os autores Castro (2018), Périco e Souza (2018) e Jurno e D’Andréa (2017). Quanto à produção jornalística, os autores examinados foram Zago e Belochio (2014), Di Felice (2011) e Machado (2008).</p> Mara Rovida Martini Jhenifer Neves Costa ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2019-07-14 2019-07-14 20 2 148 161