A alimentação na idede escolar e pre-escolar

  • A. Almeida Junior Assistente Pensionado do Instituto de Hygiene de São Paulo

Resumo

A pratica da alimentação tem, por emquanto, semelhanças com a politicagem de aldeia: orientam-n'a o habito, as conveniencias, as sympathias de cada um e envolve-a pesada atmosphera sentimental que leva estes a dizer verrinas contra a carne; aquelles, a tecer-lhe dythirambos; uns, a pregar a boa mesa, em que se come á tripa forra; outros, a clamar pela frugalidade c pelo jejum periodico. De vez em quando, surgem advogados da ahobora, apostolos do limão, cavalleiros andantes da cebola, apontando os seus ídolos como exclusivos merecedores de nosso culto e dos nossos dentes. E os ídolos. repentinamente, mergulham no esquecimento. Não se diga que estas paixões alimentares médram apenas entre os profanos: pesados linos de sciencia consignam taes exageros e perpetuam as dissenções romanticas entre a carne e o vegetal, entre o jejum e a abundancia.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Almeida Junior, A. (1). A alimentação na idede escolar e pre-escolar. Boletim Do Instituto De Higiene De São Paulo, (15), 3-9. https://doi.org/10.11606/issn.2359-537X.v0i15p3-9
Seção
Artigos