A arte de governar os dados em tempos de Covid-19

  • Barbara Moraes Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: práticas de conhecimento, ciências de governo, antropologia da política, antropologia do estado, técnica e política

Resumo

Os números que têm narrado a difusão do Covid-19 no Brasil se tornaram parte do nosso cotidiano através da publicação diária de dados sobre a pandemia. Esses dados sugerem algumas reflexões sobre a política e a técnica implicadas a um só tempo nas práticas governamentais e nas práticas científicas. Este ensaio busca estender as reflexões do meu trabalho de mestrado sobre práticas de conhecimento estatais a um momento em que as estatísticas se tornaram uma das formas mais veiculadas de discurso. O que os dados sobre o Covid-19 nos informam a respeito dos modos de ver e produzir conhecimento das ciências de governo? Como ficam as relações entre Ciência e Estado quando personalidades do mundo da política passam a produzir narrativas divergentes a respeito de questões de saúde pública?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CALLON, Michel. What does it mean to say that economics is performative?. Hal Archives, 2006. Disponível em: https://halshs.archives-ouvertes.fr/halshs-00091596/document. Acesso em: 20 mai. 2020.

FOUCAULT, Michel. Segurança, território, população. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

HACKING, Ian. How should we do the history of statistics?. In: BURCHELL; GORDON; MILLER (Eds.). The Foucault effect: studies in governmentality. Chicago: University of Chicago Press, 1991.

LEWANDOWSKI, Andressa. Entre a política e a técnica: prática jurídica no Supremo Tribunal Federal brasileiro. Etnográfica, vol. 23 (2), 2019, p. 299-322. Disponível em: https://journals.openedition.org/etnografica/6706. Acesso em 20 mai. 2020.

MORAWSKA, Catarina. Luto e memória das Mães da Saudade de Peixinhos. In: MARQUES; LEAL (Orgs.). Alquimias do Parentesco: casas, gentes, papeis, territórios. Rio de Janeiro: Gramma; Terceiro Nome, 2018.

MORAWSKA; RIBEIRO. Notas sobre as intersecções entre Estado, Ciência, Capitalismo: desafios etnográficos em torno da técnica e da política. Revista de Antropologia da UFSCar – R@U, v. 10, n. 1, 2018. Disponível em: http://www.rau.ufscar.br/?p=1265. Acesso em 20

mai. 2020.

ROSE, Nikolas. Governing advanced liberal democracies. In: GUPTA; ARADHANA (Eds.). The anthropology of the State: a reader. Wiley-Blackwell, 2006.

SEGATA, Jean. Cientistas Sociais e o coronavírus. Boletim Especial da ANPOCS, n.2, 23 de mar. de 2020. Disponível em: http://www.anpocs.org/index.php/ciencias-sociais/destaques/2325-boletim-semanal. Acesso em 20 mai. 2020.

STENGERS, Isabelle. A invenção das ciências modernas. São Paulo: Ed. 34, 2002.

Publicado
2020-07-25
Como Citar
Moraes, B. (2020). A arte de governar os dados em tempos de Covid-19. Cadernos De Campo (São Paulo 1991), 29(supl), 124-134. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v29isuplp124-134
Seção
Artigos e Ensaios