Dos souvenirs às máscaras de proteção

notas sobre turismo e produção de artesanatos em Cabo Verde em tempos pandêmicos

Autores

  • Vinícius Venancio Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v29isuplp225-234

Palavras-chave:

Turismo, Cabo Verde, covid-19, mulheres, artesanato

Resumo

O presente relato tem por objetivo contribuir com as discussões acerca do impacto da covid-19 em Cabo Verde, país-arquipélago africano. Sendo os fluxos constituidores dessa jovem nação, parto do boom do turismo no país para analisar as quebras de expectativas e mudanças ocasionadas pela pandemia do coronavírus, uma vez que este passou a representar 20% do PIB nacional ao longo da última década. Em consequência disso, abordo a situação de um grupo específico (as mulheres que anteriormente trabalhavam com a produção e venda de artesanatos para turistas) para explorar, do ponto de vista da vida prática, as mudanças provocadas pela pandemia nas suas vidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGÊNCIA LUSA. (2019). “Cabo Verde espera 1,1 milhões de turistas e 20.000 quartos em 2021, segundo o Governo”. SAPO Cabo Verde. 11 dez 2019. Disponível em: https://noticias.sapo.cv/economia/artigos/cabo-verde-espera-11-milhoes-de-turistas-e-20-000-quartos-em-2021-segundo-o-governo. Acesso em 11/05/2020.
AGÊNCIA LUSA. (2020a). “Cabo Verde com recorde de quase 820 mil turistas em 2019”. Expresso das Ilhas. 04 março 2020. Disponível em: https://expressodasilhas.cv/economia/2020/03/04/cabo-verde-com-recorde-de-quase-820-mil-turistas-em-2019/68243. Acesso em 14/05/2020.
AGÊNCIA LUSA. (2020b). “Covid-19: Cabo Verde regista terceira morte”. DW – Made for minds. 17 maio 2020. Disponível em: https://www.dw.com/pt-002/covid-19-cabo-verde-regista-terceira-morte/a-53470565. Acesso em 18/05/2020.
BORGES, Otelma. (2020). Cabo Verde. Fundación Mujeres Por África. 26/03/2020. Disponível em: https://mujeresporafrica.es/en/otelma-borges-cabo-verde-2/. Acesso em 23/04/2020.
ÉVORA, Iolanda. (2011). Djunta-mon em três tempos: pós-independência, imigração e transnacionalismo. Aspectos da experiência associativa cabo-verdiana. Apresentado no X Congresso Luso-AfroBrasileiro de Ciências Sociais.
INE-CV. (2018). Evolução e estatísticas do turismo por ilhas, 1999 a 2017. Disponível em: http://ine.cv/quadros/evolucao-de-estabelecimentos-capacidade-e-pessoal-ao-servico-1999-a-2015/.
INE-CV. (2020). Estatísticas do Turismo – Movimentação de Hóspedes - 2019. Praia: Instituto Nacional de Estatística.
INE-CV et al. 2018. Mulheres e Homens em Cabo Verde Factos e Números 2017. Disponível em: http://ine.cv/publicacoes/mulheres-homens-cabo-verde-factos-numeros-2017/
LIMA, Redy Wilson; BARROS, Jandira. 2020. nº 35: “Isto é uma guerra”: Cabo Verde e as medidas sociais de suporte à contenção do Covid-19. Observatório do CEMI – COVID 19 do PPGAS/Unicamp. 28 abril 2020. Disponível em: https://cemiunicamp.com.br/observatorio-no-35/?fbclid=IwAR07GkKLjZzEtfzT0SJYvd58wo98CGIGUflq2er4JrYMpWPUxgCcSwKGXpM. Acesso em: 28/04/2020.
MBEMBE, Achille. 2001. On the postcolony. Berkeley: University of California Press.
TRAJANO FILHO, Wilson. 2008. O precário equilíbrio entre improvisação e regras: reflexões sobre a cultura política da Guiné-Bissau. Revista de Antropologia, 51 (1): 233-266. https://doi.org/10.1590/S0034-77012008000100009.

Downloads

Publicado

2020-09-06

Como Citar

Venancio, V. (2020). Dos souvenirs às máscaras de proteção: notas sobre turismo e produção de artesanatos em Cabo Verde em tempos pandêmicos. Cadernos De Campo (São Paulo 1991), 29(supl), 225-234. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v29isuplp225-234

Edição

Seção

Artigos e Ensaios

Dados de financiamento