Lewis Morgan: 140 anos dos Sistemas de Consanguinidade e Afinidade da Família Humana (1871-2011)

  • Mauro William Barbosa de Almeida Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Morgan, Antropologia, Parentesco, Evolucionismo, História Humana

Resumo

Lewis Henry Morgan costuma ser
agrupado com McLennan, Lubbock e Tylor como
um dos evolucionistas de gabinete cuja obra é men-
cionada no início de cursos de antropologia, mas
cuja leitura não é recomendada. Na verdade, Mor-
gan foi um pioneiro da pesquisa de campo, cujo pri-
meiro projeto teórico foi provar a unidade humana
e a origem asiática dos povos ameríndios, utilizando
para isso um método que pode legitimamente ser
chamado de estrutural. O evolucionismo de Mor-
gan, ou o que ele chamou de “explicação conjetu-
ral” da diversidade de terminologias de parentesco
por meio de uma sequência progressiva de formas
de família, foi um adendo à sua monumental obra
Sistemas de Consanguinidade e de Afinidade na Fa-
mília Humana, publicada em 1871. A “explicação
conjetural” é o foco central de sua obra mais conhe-
cida que é A Sociedade Antiga, publicada em 1877.
Mas, ainda que esta segunda obra não tivesse sido
publicada, Morgan mereceria o reconhecimento de
ter sido o criador do objeto “sistema de parentesco”,
de ter criado um método para estudá-lo, e de ter
realizado um esforço de pesquisa comparativa sem
igual até os dias de hoje. Lewis Morgan foi ainda
um pioneiro na pesquisa de sistemas políticos, da
arquitetura e da comensalidade de indígenas ame-
ríndios, além de ter sido um naturalista que defen-
deu os seres “mudos”, a quem atribuiu inteligência
igual em sua natureza à dos seres dotados de fala.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mauro William Barbosa de Almeida, Universidade Estadual de Campinas
Professor do Departamento de Antropologia Social / Unicamp
Doutor em Antropologia Social / Universidade de Cambridge
Publicado
2010-03-30
Como Citar
Almeida, M. W. (2010). Lewis Morgan: 140 anos dos Sistemas de Consanguinidade e Afinidade da Família Humana (1871-2011). Cadernos De Campo (São Paulo 1991), 19(19), 309-322. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v19i19p309-322
Seção
Especial