“Filhos do Rei Sebastião”, “Filhos da Lua”: construções simbólicas sobre os nativos da Ilha dos Lençóis

  • Madian de Jesus Frazão Pereira Universidade Federal da Paraíba
Palavras-chave: imaginário, práticas discursivas, albinos, ilha encantada

Resumo

Este artigo aborda a construção do
imaginário de uma ilha considerada “encantada”: a
Ilha dos Lençóis, no Estado do Maranhão. Apresen-
ta uma simbologia sobre os ilhéus, principalmente
acerca daqueles singularizados por marcas corporais,
os albinos. Enfatiza a compreensão explicativa das
práticas discursivas do “universo de fora” (sobretu-
do matérias veiculadas na imprensa de uma manei-
ra geral) e do “universo de dentro” (representações
nativas) sobre duas denominações que sintetizam o
imaginário sobre os albinos da Ilha dos Lençóis: “fi-
lhos da Lua” e “filhos do Rei Sebastião”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Madian de Jesus Frazão Pereira, Universidade Federal da Paraíba
Mestre em Antropologia Social pelo PPGAS/
UFPA e doutoranda em Sociologia pelo PPGS/
UFPB.
Publicado
2005-03-30
Como Citar
Pereira, M. (2005). “Filhos do Rei Sebastião”, “Filhos da Lua”: construções simbólicas sobre os nativos da Ilha dos Lençóis. Cadernos De Campo (São Paulo 1991), 13(13), 61-74. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v13i13p61-74
Seção
Artigos e Ensaios