DE PROUST A BARTHES: A BUSCA PELA LITERATURA

  • Carla Cavalcanti e Silva Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)
Palavras-chave: Proust, Barthes, desejo de escrever, romance.

Resumo

Em seu ensaio "Durante muito tempo, fui dormir cedo", publicado em o Rumor da língua, Barthes ressalta uma das características mais importantes da obra proustiana: não se trata nem de Romance, nem de Ensaio, mas de uma terceira forma. Essa forma seria a única possível a dar estrutura ao romance proustiano, que destaca, dentre outros elementos, a busca do próprio narrador por tornar-se escritor. Ao discorrer sobre essa nova lógica proustiana, Barthes se identifica com Marcel Proust, pois naquele momento, o crítico busca uma nova forma de escrever (a literatura) tendo como ponto de partida seu estado de luto, ou para usarmos um termo barthesiano, de acedia. O intuito desta comunicação é percorrer os escritos barthesianos que discorrem notadamente sobre Marcel Proust para analisar a importância do escritor francês na produção crítica e na escrita de Roland Barthes. Para tanto, propomos comentar fundamentalmente as obras: Novos ensaios críticos, O rumor da língua e APreparação do romance.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Cavalcanti e Silva, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)
Docente do Curso de Letras da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), campus Assis.

Referências

BARTHES, Roland. Œuvres complètes, t. II (1966-1973). Paris: Seuil, 1994.

BARTHES, Roland. O grau zero da escrita seguido de Novos ensaios críticos. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

BARTHES, Roland. O rumor da língua. São Paulo: Martins Fontes, 2012.

GENETTE, Gérard. “La question de l´écriture”. In: BARTHES, Roland et al. Recherche de Proust (Coll. Essais). Paris: Éditions du Seuil, 1980, p. 7-12.

MOTTA, Leda Tenório da. “Roland Barthes e seus primeiros toques de delicadeza minimalista. Sobre O grau zero da escritura”. Alea, Vol. 12, número 2, 2010, pp. 233-247.

PINO, Claudia Amigo. “O romance do tempo perdido: o mito de Proust e a busca de Barthes. In: WILLEMART, Philippe; BEBIANO, Alexandre. (Org.). Proust 2011. 1ed. São Paulo: Humanitas, 2013, v. 1, p. 50-73.

BARTHES, Roland. Jean Santeuil. 3e édition. Paris: Gallimard, 1952. 3v.

BARTHES, Roland. Correspondance. Texte établi par Philip Kolb. Paris: Plon, 1970-1993.

Publicado
2015-12-30
Como Citar
Cavalcanti e Silva, C. (2015). DE PROUST A BARTHES: A BUSCA PELA LITERATURA. Revista Criação & Crítica, (spe), 39-44. https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v0ispep39-44