[1]
J. M. Campelo, “COMO LER UM FILME? A LINGUAGEM CINEMATOGRÁFICA SEGUNDO ROLAND BARTHES”, Rev. Cria. Crít., nº spe, p. 80-84, dez. 2015.