Os planos narrativos em "Super Flumina Babylonis"

  • Alana Francisca da Silva Hoffmann Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Palavras-chave: Planos narrativos, “Super Flumina Babylonis”, Jorge de Sena, Literatura Portuguesa

Resumo

No conto “Super Flumina Babylonis”, constante da obra Antigas e novas andanças do demónio (1981), Jorge de Sena recria, pela voz de um narrador heterodiegético, o processo de composição das redondilhas “Sobre os rios que vão”, também conhecidas como “Babel e Sião”, de Luís Vaz de Camões. Observamos que o conto é constituído por dois grandes blocos: o do “diálogo” entre Camões e a mãe e o da narração propriamente dita, o qual, por seu turno, divide-se em dois planos – o exterior, correspondente ao mundo concreto, da realidade física, e o interior, correspondente ao mundo psicológico da personagem. Tendo isso em vista, neste trabalho, objetivamos analisar como se estruturam esses dois planos, a fim de estabelecer relação entre o conto de Sena e o poema de Camões.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alana Francisca da Silva Hoffmann, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Mestranda em Letras - Estudos Literários - Universidade Federal de Santa Maria - UFSM.

Referências

HATHERLY, Ana. O nascimento de um poema: Historicismo e realismo imaginoso em Super Flumina Babylonis de Jorge de Sena. In: SANTOS, Gilda (org.). Jorge de Sena em rotas entrecruzadas. Lisboa: Edições Cosmos, 1999, p. 21-32.

MOISÉS, Massaud. Prefácio. In: CAMÕES, Luís de. Lírica. Seleção, prefácio e notas de Massaud Moisés. São Paulo: Cultrix, s.d., p. 9-37.

RIBEIRO, Carla. “‘Super Flumina Babylonis’: Camões e Sena nas margens do mesmo rio”. Revista Crioula, n. 3, mai. 2008. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2008.54011. Acesso em: 19 out. 2015.

SENA, Jorge de. Babel e Sião. In: SENA, Jorge de. Trinta anos de Camões. Vol. I. Lisboa: Edições 70, 1980, p. 113-131.

SENA, Jorge de. Camões: o poeta lírico. In: SENA, Jorge de. Trinta anos de Camões. Vol. I. Lisboa: Edições 70, 1980, p. 287-294.

SENA, Jorge de. Prefácio a Novas andanças do demónio (1966). In: SENA, Jorge de. Antigas e novas andanças do demónio. 2. ed. Lisboa: Edições 70, 1981, p. 219-224.

SENA, Jorge de. Super Flumina Babylonis. In: SENA, Jorge de. Antigas e novas andanças do demónio. 2. ed. Lisboa: Edições 70, 1981, p. 155-166.

SILVA, Teresa Cristina Cerdeira da. Dos rios que vão de Camões a Sena. In: SANTOS, Gilda (org.). Jorge de Sena em rotas entrecruzadas. Lisboa: Edições Cosmos, 1999, p. 303-310.

Publicado
2019-12-31
Como Citar
Hoffmann, A. (2019). Os planos narrativos em "Super Flumina Babylonis". Revista Desassossego, 11(21), 23-33. https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v11i21p23-33