Reincidências do trágico na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen

  • Carlos Roberto dos Santos Menezes Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Palavras-chave: Sophia de Mello Breyner Andresen, Tragédia Grega, Apolo, Dionísio, Poesia portuguesa contemporânea

Resumo

Sophia de Mello Breyner Andresen possui afinidade com a Grécia e os temas da Cultura Clássica. Dentre as múltiplas faces que a sua poesia apresenta relacionada a este tema, a tragédia grega aparece como uma presença fantasmática que evidencia um drama na sua escrita, demonstrando a presença harmônica da reversibilidade dos contrários presente desde o seu primeiro poema de Poesias, passando pelas figuras de Apolo e Dionísio, até chegar nos versos sobre o salazarismo e a Revolução dos Cravos. Sendo assim, o presente artigo busca averiguar as reincidências do trágico na escrita andresiana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Roberto dos Santos Menezes, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Doutorando em Literatura Portuguesa pelo Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Referências

ANDRESEN, Sophia de Mello Breyner. Obra poética. Lisboa: Assírio & Alvim, 2015.

ANDRESEN, Sophia de Mello Breyner; SENA, Jorge. Correspondências (1959-1978). Lisboa: Guerra e Paz, 2010.

ARISTÓTELES. Poética, In: Os pensadores. Vol. IV. São Paulo: Abril Cultural, 1973, p.237-270.

BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

BUESCU, Helena Carvalhão. “Sophia no país das maravilhas”. In: Cristalizações: fronteiras da modernidade. Lisboa: Relógio D’Água Editores. 2005.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos, mitos, sonhos,

costumes, gestos, formas, figuras, cores, números. São Paulo: José Olympio, 2009.

COELHO, Eduardo Prado. O real, a aliança e o excesso na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen. In: A palavra sobre a palavra. Porto: Portucalense Editora, 1972. p.225-232.

GUERREIRO, António. “Entrevista a Sophia de Mello Breyner Andresen”, Expresso, 15-7-90.

LANCIANI, Giulia. Sophia de Mello Breyner Andresen: o labirinto da palavra. In: ANDRESEN, Sophia de Mello Breyner. Actas do Colóquio Internacional. (Org.) Maria Andresen de Souza Tavares e Centro Nacional de Cultura. Porto: Porto Editora, 2013, p.98-104.

NIETZSCHE, Friedrich. O nascimento da tragédia ou helenismo e pessimismo. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

SILVEIRA, Jorge Fernandes da. O retorno do épico: a nau e a nave. In. Metamorfoses. V. 10.2,

Caminho, Maio de 2010, p.33-41.

SOUZA, Ronaldes de Melo e. Ensaios de poética e hermenêutica. Rio de Janeiro: Oficina de Raquel, 2010.

SOUZA, Ronaldes de Melo e. Fenomenologia das emoções na tragédia grega. Rio de Janeiro: 7Letras, 2017.

ZENITH, Richard. Uma Cruz em Creta: a salvação sophiana. In: ANDRESEN, Sophia de Mello Breyner. Actas do Colóquio Internacional. (Org.) Maria Andresen de Souza Tavares e Centro Nacional de Cultura. Porto: Porto Editora, 2013, p.207-2014.

Publicado
2019-12-31
Como Citar
Menezes, C. (2019). Reincidências do trágico na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen. Revista Desassossego, 11(21), 61-74. https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v11i21p61-74