Políticas de inclusão no ensino superior: avaliação do desempenho dos alunos baseado no Enade de 2012 a 2014

  • Jacques Wainer Universidade de Campinas; Instituto de Computação
  • Tatiana Melguizo University of Southern California; Rossier School of Education
Palavras-chave: Educação superior, Cotas, ProUni, Fies, Enade, Desempenho

Resumo

Este artigo compara as notas obtidas nos Enades de 2012 a 2014 por alunos que entraram no ensino superior via cotas, receberam bolsa ProUni ou empréstimo via Fies com a nota de seus colegas de classe que não receberam o benefício correspondente. A comparação é feita usando a diferença entre as médias das notas padronizadas dos exames gerais e específicos do Enade. O artigo define um limite de equivalência como sendo a diferença da média das notas dos 5% dos alunos com resultados logo acima da média e dos 5% dos alunos logo abaixo da média de todos os alunos. Diferenças abaixo desse valor foram consideradas sem importância prática. Tendo em vista essa definição, alunos cotistas tiveram desempenho equivalente ao de seus colegas de classe não cotistas, assim como os alunos que recebem empréstimo do Fies. Alunos que recebem bolsa do ProUni tiveram desempenho superior ao dos seus colegas de classe.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-01-01
Como Citar
Wainer, J., & Melguizo, T. (2018). Políticas de inclusão no ensino superior: avaliação do desempenho dos alunos baseado no Enade de 2012 a 2014. Educação E Pesquisa, 44, e162807. https://doi.org/10.1590/s1517-9702201612162807
Seção
Seção Temática: Educação Superior