O ensino secundário centrado nas artes: percepções de jovens do norte de Portugal

  • Thiago Freires Universidade do Porto
  • Fátima Pereira Universidade do Porto
Palavras-chave: Ensino secundário, Juventudes, Escolarização, Narrativas

Resumo

Este artigo desenvolve uma reflexão sobre as mediações entre os mundos juvenil e escolar, a partir das percepções de estudantes do norte de Portugal acerca da sua formação. O foco recai sobre o ensino secundário realizado no contexto da vertente artística especializada, uma das ofertas disponíveis para os jovens portugueses que, desde 2009, devem obrigatoriamente frequentar tal ciclo de estudos. A investigação se debruça sobre os desafios do ensino secundário e a exigência da integração juvenil no seu contexto, ao passo em que problematiza, a partir do olhar juvenil, a resposta do ensino artístico especializado a elementos de ordem social, cognitiva, cívica e profissional que são intrínsecos à formação escolar. A fim de atingir os objetivos propostos, foram realizadas seis entrevistas de tipo biográfico, com estudantes dos três anos do ensino secundário artístico especializado de uma instituição do Porto. Os jovens tinham idades compreendidas entre os 16 e os 18 anos e as entrevistas fazem uma exploração de sua trajetória educacional com a finalidade de situar biograficamente os sentidos que se atribuem à frequência da via artística especializada no ensino secundário. A análise dos dados foi realizada a partir de uma abordagem narrativa, com o auxílio das técnicas da análise de conteúdo. Os resultados apontam para uma valorização do processo educativo por parte dos alunos em que sobressai a importância de dinâmicas escolares que viabilizam a desconstrução de sistemas hierárquicos, numa aposta veiculada pela informalidade e a inovação, sentidos corroborados por um espírito de diversidade e diálogo social.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-01-01
Como Citar
Freires, T., & Pereira, F. (2018). O ensino secundário centrado nas artes: percepções de jovens do norte de Portugal. Educação E Pesquisa, 44, e160053. https://doi.org/10.1590/s1678-4634201707160053
Seção
Artigos