Um breve balanço da pesquisa sobre violência escolar no Brasil

  • Marilia Pontes Sposito Universidade de São Paulo; Faculdade de Educação
Palavras-chave: Violência escolar, Pesquisas, Brasil

Resumo

O artigo realiza balanço da pesquisa sobre as relações entre violência e escola no Brasil, após 1980. Examina os raros diagnósticos quantitativos em torno do tema e a produção discente (dissertações e teses) na pós-graduação em Educação, no mesmo período. Apesar de ainda ser incipiente, a produção já traça um quadro importante do fenômeno no Brasil, mostrando as principais modalidades: ações contra o patrimônio - depredações, pichações - e formas de agressão interpessoal, sobretudo entre os próprios alunos. Durante esse período a violência em meio escolar tanto foi examinada como decorrência de um conjunto significativo de práticas escolares inadequadas, quanto foi investigada como um dos aspectos que caracterizam a violência na sociedade contemporânea. Nesse último enfoque, parte dos trabalhos pesquisou a dinâmica de funcionamento de escolas situadas em áreas sob a influência do tráfico de drogas ou do crime organizado e um pequeno conjunto buscou entender o comportamento dos alunos como uma forma de sociabilidade marcada pelas agressões e pequenos delitos, caracterizada como incivilidade, que se origina na crise do processo civilizatório da sociedade contemporânea.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2001-06-01
Como Citar
Sposito, M. (2001). Um breve balanço da pesquisa sobre violência escolar no Brasil . Educação E Pesquisa, 27(1), 87-103. https://doi.org/10.1590/S1517-97022001000100007
Seção
Em Foco: Violência e Escola