Ciclos de vida: algumas questões sobre a psicologia do adulto

  • Marta Kohl de Oliveira Universidade de São Paulo; Faculdade de Educação
Palavras-chave: Cultura e desenvolvimento psicológico, Psicologia do adulto, Educação de jovens e adultos

Resumo

Neste artigo pretende-se sistematizar algumas reflexões sobre a possibilidade de formulação de uma psicologia do adulto, a partir da definição do desenvolvimento psicológico como transformação que ocorre ao longo de toda a vida e da postulação da idade adulta como uma etapa culturalmente organizada de passagem do sujeito pela existência tipicamente humana. Com base na afirmação da importância das atividades e práticas culturais na constituição do psiquismo, especialmente por meio da realização de tarefas e da utilização de instrumentos e signos como mediadores da atividade psicológica, buscam-se caminhos para a historicização da psicologia do adulto. Para isto propõe-se uma compreensão aprofundada da organização de diferentes práticas culturais, da construção compartilhada de sentidos e significados, da internalização de modos de fazer, de pensar e de produzir a cultura em cada um dos seus âmbitos concretos, cuja finalidade é superar a prática mais comum na psicologia, isto é, a apresentação daquilo que é contextualizado historicamente como sendo universal. Com a intenção de aprofundar a compreensão de um grupo específico de adultos, inclui-se neste artigo a discussão de dados empíricos obtidos na fase preliminar de uma pesquisa sobre trabalhadores urbanos que freqüentam um curso supletivo com o objetivo de elevação da escolaridade associada à preparação para o trabalho. Implicações para a educação de jovens e adultos, subentendidas ao longo de todo o texto, são brevemente explicitadas no final.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2004-08-01
Como Citar
Oliveira, M. (2004). Ciclos de vida: algumas questões sobre a psicologia do adulto . Educação E Pesquisa, 30(2), 211-229. https://doi.org/10.1590/S1517-97022004000200002
Seção
Artigos