Foco e Escopo

Publicar assuntos temáticos diversos, abrangendo revisões que demandam trabalhos mais longos e contribuições científicas que fazem parte de eventos.

Processo de Avaliação pelos Pares

O Conselho Editorial faz uma pré-análise do material enviado, qualificando-o ou não, num primeiro momento, para publicação na Geologia USP. Série Científica. Isto não impede que o trabalho possa ser recusado, no decorrer do processo de análise crítica do material.

Passando pela primeira fase de julgamento, o artigo será submetido à avaliação rigorosa de, pelo menos, dois relatores indicados pelo Conselho Editorial.

O prazo para retorno dos pareceres é de aproximadamente 20 dias.

As críticas e sugestões dos pareceristas serão encaminhadas ao autor principal/correspondente, para as providências necessárias.

Efetuadas as alterações, o autor deverá encaminhar a nova versão do trabalho para uma reavaliação por parte dos relatores.

O artigo só estará apto para publicação após avaliação final dos relatores e do Conselho Editorial.

Textos em inglês, cujo autor principal não tenha esse idioma como língua mãe, assim como os Abstracts de trabalhos em português, desde que possuam nível adequado, serão revisados por profissional contratado pela revista para essa função. Essa revisão será enviada ao autor para sua concordância.

A correção da prova final do trabalho, antes da impressão, será feita pelos próprios autores. Nesta fase do processo, não mais serão aceitas modificações.

Periodicidade

Irregular

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Fontes de Indexação

  • American Geological Institute - GEOREF
  • Bibliography and Index of Geology and Zoological Record - BIOSIS
 

 

Histórico do periódico

A divulgação científica a cargo do Instituto de Geociências da USP, iniciou-se em 1970 com o Boletim IGA, ao qual se seguiu o Boletim IG, em 1972. A revista “Geologia USP”, criada em 2001, substituiu esse Boletim, tendo em vista a necessidade de total reformulação, incluindo a adoção de um “layout” atualizado, a ampliação do corpo consultivo, o incremento da qualidade do intercâmbio e da frequência das publicações. A “Geologia USP” é um importante veículo científico, por meio de seus três produtos: Série Científica, Publicação Especial e Série Didática.

Publicação Especial (ISSN 1676-7829): destina-se a publicar assuntos temáticos diversos, abrangendo revisões que demandam trabalhos mais longos e as contribuições científicas que fazem parte de eventos. Essa publicação está indexada nas bases de dados BIOSIS e GEOREF. Assim como a Série Científica, foi totalmente reformulada em 2001, e está no site da revista, www.igc.usp.br/geologiausp, desde 2003 com artigos completos on line, incluindo-se também os publicados nos antigos Boletins IG e IGA. Faz parte do Portal de Periódicos Eletrônicos em Geosciências, http://ppgeo.igc.usp.br, utilizando a metodologia SciELO.