As medicinas das Minas Gerais a partir de três manuais setecentistas

  • Ana Carolina de Carvalho Viotti Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp)
Palavras-chave: Medicina, Minas Gerais, Século XVIII

Resumo

Este breve estudo trata de três manuais médicos escritos por cirurgiões licenciados nas Minas Gerais – o Erário Mineral (1736), a Relação cirúrgica e médica (1747) e o Governo de Mineiros [...] (1770). A partir deles, discutirei brevemente os limites da atuação desse tipo de profissional na colônia portuguesa nas Américas e a escritura de obras de cunho prescritivo por não-médicos, interrogando quais as doenças recorrentemente identificadas por eles, quais os tratamentos indicados, quais os referenciais médicos anunciados, que tipo de medicamento era comumente indicado e para quem esses remédios eram receitados. Percorrendo esse caminho, o objetivo é dar os principais contornos do que fora uma importante faceta da prática oficial de curar nas Minas Setecentistas

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-07-11
Como Citar
Viotti, A. C. (2020). As medicinas das Minas Gerais a partir de três manuais setecentistas. Khronos, (9), 183-203. https://doi.org/10.11606/khronos.v0i9.168976