A construção do sentido e da compreensão na conversa, mostrada em procedimentos meta-enunciativos

  • José Gaston Hilgert Universidade Presbiteriana Mackenzie
Palavras-chave: compreensão, enunciação, interação, meta-enunciação, sentido.

Resumo

Quando duas pessoas conversam, elas necessariamente tratam de um tema, isto é, falam sobre um assunto ou sobre alguém. Por isso se diz que a conversa é uma interação tematicamente centrada. Cada falante envolvido numa conversa, ao se manifestar e, assim, contribuir com o desdobramento do tema em pauta, precisa construir o seu enunciado de tal forma que seus interlocutores o compreendam, ou seja, entendam o sentido do que diz. Não houvesse a possibilidade da compreensão, o processo de interação social pela conversa nem se instalaria. Por isso, ao explicitar o sentido, o falante constrói ao mesmo tempo a compreensão para os seus interlocutores. Nessa perspectiva, construir o sentido é construir a compreensão, na medida em que o falante, implícita ou explicitamente determinado pela ouvinte na interação em curso, inscreve em seu enunciado as condições de compreensibilidade. O sentido se constrói por meio de toda e qualquer manifestação verbal ou não verbal inerente ao desdobramento conversacional.  Contudo este artigo – produto de um projeto de pesquisa mais amplo que investiga o sentido e a compreensão na conversação - restringe-se ao trabalho interativo dessa construção, mostrado em procedimentos meta-enunciativos, ou seja, em manifestações em que os falantes  comentam e avaliam, em suma, moldam o seu próprio dizer.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Gaston Hilgert, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Letras
Publicado
2012-12-10
Como Citar
Hilgert, J. (2012). A construção do sentido e da compreensão na conversa, mostrada em procedimentos meta-enunciativos. Linha D’Água, 25(2), 107-129. https://doi.org/10.11606/issn.2236-4242.v25i2p107-129
Seção
Artigos originais