A Cartilha de Cacaso: a poesia em cinco lições

  • Guaraciaba Micheletti Universidade Cruzeiro do Sul
  • Rita de Cássia Rodrigues de Lima da Costa Universidade Cruzeiro do Sul
Palavras-chave: Cacaso, ideologia, poema, expressividade.

Resumo

Este artigo tem por finalidade analisar a expressividade alcançada com as escolhas lexicais realizadas para o metapoema “Cartilha” ***, que compõe Lero-lero, uma coletânea de poemas de Antônio Carlos Ferreira de Brito, conhecido como Cacaso. O poema em questão apresenta um enunciador disposto a ensinar, a expor seus ensinamentos acerca do fazer poético. Seu posicionamento ideológico pode ser evidenciado pela seleção de palavras que faz. Focando propriamente na expressividade e nos efeitos de sentido obtidos com o uso lexical, propomos uma análise do poema fundamentada em uma Estilística léxico-discursiva, que observa a palavra no contexto em que é atualizada. Pretendemos verificar, sobretudo, de que maneira as escolhas lexicais atendem à necessidade expressiva do enunciador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guaraciaba Micheletti, Universidade Cruzeiro do Sul
Professora da Universidade Cruzeiro do Sul - UNICSUL, São Paulo, SP, Brasil.
Rita de Cássia Rodrigues de Lima da Costa, Universidade Cruzeiro do Sul
Mestranda na Universidade Cruzeiro do Sul – UNICSUL, São Paulo, SP, Brasil.
Publicado
2014-12-16
Como Citar
Micheletti, G., & Costa, R. de C. (2014). A Cartilha de Cacaso: a poesia em cinco lições. Linha D’Água, 27(2), 25-36. https://doi.org/10.11606/issn.2236-4242.v27i2p25-36
Seção
Artigos originais