A gramática alemã sob a perspectiva de seus aprendizes: crenças discentes e estratégias de aprendizagem

  • Anna Carolina Schäfer USP; FFLCH; Programa de Língua e Literatura Alemã
Palavras-chave: crenças, aprendizagem de gramática, alemão como língua estrangeira

Resumo

O objetivo deste trabalho é divulgar e analisar os resultados de uma pesquisa realizada em três instituições paulistanas nas quais se ensina/aprende alemão como língua estrangeira. A pesquisa teve como objetivo geral investigar as crenças que alunos de língua alemã mantêm em relação a seu processo de aprendizagem. O corpus, coletado a partir de questionários e entrevistas, revelou muitas dessas crenças, referentes, por exemplo, à aprendizagem de gramática. Os resultados também apontam para a existência de uma relação entre as crenças e a adoção de determinadas estratégias de aprendizagem. Durante a análise, buscou-se identificar possíveis origens para as crenças detectadas, bem como os efeitos potenciais das mesmas sobre a aprendizagem da língua alemã. No presente artigo, algumas das crenças constatadas no estudo serão descritas e analisadas em relação a pressupostos teóricos e metodológicos da didática de línguas estrangeiras para o ensino de gramática.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-06-01
Como Citar
Schäfer, A. (2013). A gramática alemã sob a perspectiva de seus aprendizes: crenças discentes e estratégias de aprendizagem . Pandaemonium Germanicum, 16(21), 190-213. https://doi.org/10.1590/S1982-88372013000100009
Seção
Língua/ Linguística - Sprache/Linguistik