Pequenos jogos no futebol

princípios táticos fundamentais em situações de superioridade numérica

Autores

  • Gibson Moreira Praça Universidade Federal de Minas Gerais. Departamento de Esportes. Belo Horizonte, MG, Brasil
  • Israel Teoldo Universidade Federal de Viçosa. Departamento de Educação Física, Viçosa, MG, Brasil
  • Pablo Juan Greco Universidade Federal de Minas Gerais. Departamento de Esportes. Belo Horizonte, MG, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-4690.v32i4p569-580

Resumo

No futebol, demandas táticas, técnicas e físicas são investigadas a partir de manipulações no número de jogadores durante pequenos jogos (PJ). Comumente investigam-se situações em igualdade numérica, contudo o jogo formal apresenta momentos em que não há equilíbrio numérico de jogadores no centro de jogo, contudo situações de superioridade numérica foram pouco investigadas. Objetivou-se comparar o comportamento tático individual associado aos princípios táticos fundamentais e o local de realização da ação de jogadores de futebol durante PJ praticados em igualdade numérica (3vs.3), superioridade numérica (4vs.3) e jogadores de apoio nas laterais do campo de jogo (3vs.3+2). Dezoito atletas masculinos sub-17 de nível nacional participaram do estudo. A coleta consistiu em 9 sessões, cada uma composta de 2 séries de 4 minutos de pequenos jogos. As equipes foram balanceadas com base no estatuto posicional e no conhecimento tático processual. Os princípios táticos fundamentais e o local de realização da ação foram analisados com base no Sistema de Avaliação Tática no Futebol. Dados foram analisados a partir do teste de qui-quadrado, e do post-hoc de Bonferroni. Resultados apontaram para um aumento na incidência de ações táticas sem
bola, nomeadamente cobertura e unidade (ofensiva e defensiva) e mobilidade, nos jogos 4vs.3, enquanto a configuração 3vs.3 apresentou aumento na incidência de ações de penetração. Observou-se ainda redução nas ações defensivas no meio-campo defensivo e aumento nas ações defensivas no meio-campo ofensivo na configuração 3vs.3+2. Conclui-se que as situações de superioridade numérica interferem na resposta tática dos atletas de futebol, devendo ser ajustadas de acordo com os objetivos da comissão técnica na sessão de treino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-12-12

Como Citar

Praça, G. M., Teoldo, I., & Greco, P. J. (2018). Pequenos jogos no futebol: princípios táticos fundamentais em situações de superioridade numérica. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 32(4), 569-580. https://doi.org/10.11606/issn.1981-4690.v32i4p569-580

Edição

Seção

Artigos