Portal da USP Portal da USP Portal da USP
Imagem para capa

APLICAÇÕES DO CONFORTO AMBIENTAL NO AMBIENTE CONSTRUÍDO: O CASO DO CENTRO DE PINHEIROS, JUNTO A ESTAÇÃO FARIA LIMA

Milene Mendes Mamede

Resumo


A falta de planejamento urbanístico nos grandes centros, ocasionou em um crescimento desordenado como a falta de áreas verdes deixando de proporcionar um conforto climático nas calçadas, espaço onde milhares de pedestre frequentam constantemente e não possuem qualquer conforto. Essa pesquisa tem como objetivo mostrar como é a qualidade do conforto climático ao pedestre em um percurso na região central de Pinheiros. O método de trabalho consistiu nas aplicações de simulações feitas por softwares e por fotos registradas também nesse percurso, para verificar o sombreamento e as áreas de intensa insolação existentes nas diversas estações do ano. Com essa aplicação foi possível verificar a necessidade do conforto ambiental, e da inserção de infraestrutura verde nas calçadas e praças. E com essas aplicações relatar o quão é importante atingir o conforto ambiental no ambiente construído para a qualidade de vida.


Palavras-chave


Conforto ambiental, infraestrutura verde, conforto climático, insolação, desenho ambiental.

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, Antonio Barreto do. O bairro de Pinheiros. História dos bairros de São Paulo. São Paulo: Prefeitura Municipal – Secretaria de Educação e Cultura – Departamento de Cultura. 1969.

BRASIL. Edital do Concurso Público Nacional – Reconversão Urbana do Largo da Batata.

CESAD FAU-USP, DWG Gabarito de altura dos edifícios da cidade de São Paulo. Visita ao Laboratório de Geoprocessamento CESAD em outubro 2015.

COURMIER, N. Green Infrastructure: high performance landscapes for healthy cities. In: Discussão sobre inserção verde e drenagem urbana sustentável. SABESP, São Paulo, 2008.

FIX, Mariana. Parceiros da Exclusão – duas histórias da construção de uma “nova cidade” em São Paulo: Faria Lima e Águas Espraiadas. São Paulo: Boitempo, 2001.

GONÇALVES S. C. J.; SHIZATO P.; SANCHES M. P.; FERREIRA S. L. Diretrizes de infraestrutura verde para o desenho urbano: Um exercício de planejamento paisagístico na área da Luz, São Paulo. Revista LABVERDE nº6, 2013.

HEPNER, Alexandre. Desenho Urbano, Capital e Ideologia em São Paulo. Centralidades e forma Urbana na Marginal do Rio Pinheiros. USP, São Paulo 2010.

LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. São Paulo: Centauro editora, 2008, p.21 e 131.

MASCARENHAS, P. Luisa. Reconversão Urbana do Largo da Batata: Revalorização e novos conteúdos da Centralidade de Pinheiros. USP, São Paulo 2014.

SÃO PAULO. Concurso Público Nacional de Reconversão Urbana do Largo da Batata. 2002.

Sites

Prefeitura Municipal de São Paulo

http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/desenvolvimento_urbano/arquivos/MDC.zip Base de 2005/2006.

http://www.prefeitura.sp.gov.br

http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/subprefeituras/pinheiros/




DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2179-2275.v8i1p92-118

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADORES

Google Acadêmico
Índice de Arquitetura Brasileira
PKP-Public Knowledge Project
Periódicos CAPES


VISITAS

Map