Contação de histórias: do processo de exposição à experiência da memória viva no Museu Comunitário do Taquaril

Autores

  • Samanta Coan Universidade Federal de Minas Gerais
  • Luciane Maria Fadel Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2018.126790

Palavras-chave:

Contação de histórias, Design para experiência, Exposição, Memória viva, Narrativas

Resumo

Este artigo explora a contação de histórias como uma ferramenta que pode potencializar o processo expositivo do museu. O estudo de caso é o museu comunitário Ponto de Memória Museu do Taquaril, o qual é responsável por desenvolver uma exposição numa abordagem participativa e proporcionar uma experiência de memória viva: as histórias são a essência da primeira mostra Fios da memória: tecendo os primeiros passos. Evidencia-se, assim, que o museu e seu produto, a exposição, podem ser um objeto de estudo para o design por ser um espaço transversal com foco nas pessoas, na comunicação e nas experiências com o conteúdo e o acervo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samanta Coan, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutoranda em Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais.

Luciane Maria Fadel, Universidade Federal de Santa Catarina

PhD, Universidade Federal de Santa Catarina.

Referências

Bellaigue, M. 1991. From speach to secret: the language of exhibition.. ICOFOM Study Series 19: 21-26.

Bruno, M.C.O. 2007. Museologial action’s main fields. Cadernos de Sociomuseologia 27: 145-150. Disponível em: <http://bit.ly/31E30WZ>. Acesso em: 03/11/2013.

Cury, M.X. 2005a. Comunicação e pesquisa de recepção: uma perspectiva teórico-metodológica para os museus. História, Ciências, Saúde – Manguinhos 12: 365-380.

Cury, M.X. 2005b. Exposição: concepção, montagem e avaliação. Annablume, São Paulo.

Cury, M.X. 2009. Museologia, novas tendências. In: Santos, C.P.; Loureiro, M.L.N.M.; Garanto, M. Museu e museologia: interfaces e perspectivas. Mast, Rio de Janeiro, 11, 25-41.

Desvallées, A.; Mairesse, F. 2013. Conceitos-chave de museologia. ICOM, São Paulo.

Guarnieri, W. R. 2010a. Museu, museologia, museólogos e formação. In: Bruno, M.C.O. (Org.). Waldisa Rússio Camargo Guarnieri: textos e contextos de uma trajetória profissional.. Pinacoteca do Estado, São Paulo, 1, 243-252.

Gonçalves, L. R. 2004. Entre cenografias: o museu e a exposição de arte no século XX. Editora da Universidade de São Paulo; Fapesp, São Paulo.

Gorgas, M.; Cerda, J. 2005. A diferentes denominiaciones, diferentes ideologías: pero siempre se trata de la gente. In: Hildegard, K. (Ed.). Museology and audience: museología y el public de museos. International Committee for Museology, Calgary, 69-74.

Guarnieri, W. R. 2010b. Museologia e identidade. In: Bruno, M.C.O. (Org.). Waldisa Rússio Camargo Guarnieri: textos e contextos de uma trajetória profissional. Pinacoteca do Estado, São Paulo, 1, 176-185.

Horta, M. L. P. 2010. Vinte anos depois de Santiago: a declaração de Caracas – Apresentação (1995). In: Bruno, M.C.O. (Org.). O ICOM/Brasil e o pensamento museológico brasileiro: documentos selecionados. Pinacoteca do Estado, São Paulo, 2, 61-66.

Hughes, P. 2010. Diseño de exposiciones. Laurence King, Londres.

IBRAM. 2011. Instituto Brasileiro de Museus. Pontos de Memória: conheça o programa. Disponível em: <http://bit.ly/2PdiNej>. Acesso em: 10/12/2013.

ICOM. 1992. Declaração de Caracas. Cadernos de Sociomuseologia 15: 243-265. Disponível em: <http://bit.ly/2KBwWgE>. Acesso em: 04/12/2013.

ICOM. 2010a. ICOFOM – Museology/International Committee for Museology. Disponível em: <https://bit.ly/2MQ4YPN>. Acesso em: 10/12/2013.

ICOM. 2010b. ICOM missions. Disponível em: <http://icom.museum/the-organisation/icom-missions/>. Acesso em: 10/12/2013.

ICOM-BRASIL. 2010. Museus e comunidades no Brasil: realidades e perspectivas. In: Bruno M.C.O. (Org.). O ICOM/Brasil e o pensamento museológico brasileiro: documentos selecionados. Pinacoteca do Estado, São Paulo, 1, 95-112.

Jenkins, H. 2004. Game design as narrative architecture. In: Wardrip-Fruin, N.; Harrigan, P. First person: new media as story, performance, and game. MIT Press, Cambridge, 118-130.

Lord, B. 2001. The purpose of museum exhibition. In: Lord, B.; Lord, G.D. The manual of museum exhibitions. AltaMira Press, Walnut Creek, 11-25.

Lord, B.; Lord, G.D. 2001. The manual of museum exhibitions. AltaMira Press, Walnut Creek.

Moura, M.C.T. 2008. Reflexões sobre a nova museologia. In: Moura, M.C.T. Encontro museológico: reflexão sobre a museologia, a educação e o museu.. Ministério da Cultura, Rio de Janeiro, 70-98.

Moutinho, M.C. 2010. A declaração de Quebec: apresentação (1995). In: Bruno, M.C.O. (Org.). O ICOM/Brasil e o pensamento museológico brasileiro: documentos selecionados.. Pinacoteca do Estado, São Paulo, 2, 52-57.

Poulot, D. 2013. Museu e museologia. Autêntica, Belo Horizonte.

Ryan, M.-L. 2014. Story/worlds/media tuning the instruments of a media-conscious narratology. In: Thon, J.-N.; Ryan, M.-L. Storyworlds across media: toward a media-conscious narratology. University of Nebraska Press, Lincoln, 25-49.

Santos, M.S. A escrita do passado em museus históricos. Garamond, Rio de Janeiro.

Scheiner, T. 2003. Comunicação, educação, exposição: novos saberes, novos sentidos. Semiosfera 4-5: 1-16. Disponível em: <http://bit.ly/2KQxDl9>. Acesso em: 10/01/2014.

Silva, W.P. 2014. Wellington Pedro da Silva: entrevista transcrita. [Entrevista cedida a] Samanta Coan. Belo Horizonte, 2014. 1 arquivo .mp3 (1h 3min.). Entrevista não publicada.

Spielbauer, J.K. 1991. The language of exhibition: interpretation and world view. ICOFOM Study Series 19: 120-127.

Studart, D.C.; Almeida, A.M.; Vasconcellos, C.M. et al. 2004. Conceitos que transformam o museu, suas ações e relações. Musas Revista Brasileira de Museus e Museologia 1: 41-48.

Downloads

Publicado

2018-10-09

Como Citar

Coan, S., & Fadel, L. M. (2018). Contação de histórias: do processo de exposição à experiência da memória viva no Museu Comunitário do Taquaril. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (30), 131-147. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2018.126790

Edição

Seção

Estudos museológicos