Representação e visibilidade do mundo antigo na Wikipédia: gargalos e soluções

  • Juliana Bastos de Marques Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)
Palavras-chave: Antiguidade, Wikipédia, História Pública, Letramento digital, Divulgação científica

Resumo

Neste texto pretendo apresentar a situação atual da forma como o mundo antigo é representado na Wikipédia em português, tendo como ponto de partida uma análise dos artigos destacados sobre o tema. É importante estar a par dos discursos sobre os antigos fora da academia, ainda que costumem ser escritos por não especialistas, pois esses discursos têm uma presença muito maior para o público em geral e são usados constantemente como referência – muito mais do que os esforços dos especialistas em difundir conteúdo sobre o mundo antigo, elaborando materiais didáticos e de divulgação. O material presente na Wikipédia está em consonância com o estado atual dos debates acadêmicos ou ainda conserva abordagens hoje consideradas antiquadas e superadas? Que as­suntos aparecem em destaque, e como eles refletem percepções recorrentes sobre história e arqueologia da antiguidade? Por fim, estabelecido o estado da questão, apresentarei os mecanismos de funcionamento e legitimidade do discurso escrito na Wikipédia e como os especialistas podem contribuir com sucesso para a melhoria do conteúdo da enciclopédia livre.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Bastos de Marques, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)

Professora associada de História Antiga.

Referências

Almeida, J. R. de; Rovai, M. G. D. O. 2013. História pública: entre as “políticas públicas” e os “públicos da história”. Anais do XXVII Simpósio Nacional de História – ANPUH. Natal, RN. Disponível em: < http://www.snh2013.anpuh.org/resour-ces/anais/27/1364156201_ARQUIVO_TextoFinal_ANPUHNATAL_HistoriaPublica_2013.pdf> Acesso em: 20 de outubro de 2018.

Besozzi, T. 2005. Egito. Deuses, Pirâmides, Faraós. Larousse do Brasil, São Paulo.

Bourdieu, P. 1988. Homo academicus. Stanford University Press.

Dreguer, R.; Toledo, E. 2006. História. Conceitos e procedimentos. Atual, São Paulo.

Hale, S. A. 2014. Multilinguals and Wikipedia editing. In: Proceedings of the 2014 ACM conference on Web science. ACM, 2014: 99-108. Disponível em: < https://dl.acm.org/citation.cfm?id=2615684>. Acesso em: 20 de outubro de 2018.

Iba, T.; Nemotobd, K.; Petersc, B.; Gloor, P. A. 2010. Analyzing the creative editing behavior of Wikipedia editors: Through dynamic social network analysis. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 2, n. 4: 6441-6456. Disponível em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1877042810011122>. Acesso em: 18 de junho de 2019.

Jemielniak, D. 2014. Common knowledge?: An ethnography of Wikipedia. Stanford University Press, Stanford.

Johnston, S. I. (Ed.). 2004. Religions of the ancient world: a guide. Harvard University Press, Cambridge, Mass.

Kumar, S.; West, R.; Leskovec, J. 2016. Disinforma¬tion on the web: Impact, characteristics, and detection of wikipedia hoaxes. In: Proceedings of the 25th international conference on World Wide Web. International World Wide Web Conferences Steering Committee, 2016: 591-602. Disponível em: < https://dl.acm.org/citation.cfm?id=2883085>. Acesso em: 11 de outubro de 2018.

Liddington, J. 2011. O que é história pública. Introdução à história pública. Letra e Voz, São Paulo: 31-52.

McMahon, C.; Johnson, I. L.; Hecht, B. J. 2017. The Substantial Interdependence of Wikipedia and Google: A Case Study on the Relationship Between Peer Production Communities and Information Technologies. In: International Conference on Web and Social Media: 142-151. Disponível em: < http://brenthecht.com/publications/icwsm17_googlewikipedia.pdf >. Acesso em: 20 de outubro de 2018.

Yasseri, T.; Sumi, R.; Kertész, J. 2012. Circadian patterns of wikipedia editorial activity: A demographic analysis. PloS one, v. 7, n. 1. Disponível em: <https://doi.org/10.1371/journal.pone.0030091>. Acesso em: 20 de outubro de 2018.

Publicado
2019-11-21
Como Citar
Marques, J. B. de. (2019). Representação e visibilidade do mundo antigo na Wikipédia: gargalos e soluções. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (32), 2-17. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2019.164175