https://www.journals.usp.br/alterjor/issue/feed Revista Alterjor 2020-10-28T14:27:16-03:00 Prof. Dr. Luciano Victor Barros Maluly revistaalterjor@gmail.com Open Journal Systems <p>A revista Alterjor é uma publicação semestral do Grupo de Pesquisas Alterjor (ECA/USP), que tem como foco o jornalismo popular e alternativo. O primeiro termo se define pelas práticas jornalísticas realizadas em organizações do movimento social e popular, incluindo o chamado Terceiro Setor, que tenham, como objetivos centrais, o fortalecimento institucional de tais organizações e a socialização de temáticas que envolvam a defesa da cidadania e que defendam o protagonismo de segmentos sociais não hegemônicos. Já o jornalismo alternativo se conduz pelas experiências de jornalismo nas diversas mídias que tenham, como objetivo central, fomentar o debate público sobre as mesmas temáticas delimitadas na definição de jornalismo popular. Com isso, Alterjor convida o leitor a pensar sobre a viabilidade da democratização da comunicação para todos os segmentos da sociedade.</p> https://www.journals.usp.br/alterjor/article/view/174363 2020-08-31T22:05:27-03:00 joão victor barbosa victorbarbosadoliveira@gmail.com Copyright (c) https://www.journals.usp.br/alterjor/article/view/171409 2020-06-23T22:40:58-03:00 Pedro Serico Vaz Filho pedrosericovazfilho@usp.br Copyright (c) https://www.journals.usp.br/alterjor/article/view/176824 O CUSTO DA NOTÍCIA: AS RELAÇÕES DE TRABALHO E ESTABILIDADE FINANCEIRA DOS COLETIVOS DE JORNALISMO DA PERIFERIA DE SÃO PAULO 2020-10-28T14:27:16-03:00 Caroline Pasternack Pereira dos Santos caroline.pasternack@gmail.com <p>O artigo a seguir busca entender como acontecem as relações de trabalho e o financiamento entre os coletivos de jornalismo alternativo e seus colaboradores. O recorte da pesquisa são coletivos da periferia de São Paulo. Para procurar encontrar dados que nos auxiliem a responder e debater o assunto, escolhemos a Agência Mural, que cobre o cotidiano das periferias da capital paulista e da região metropolitana. Buscamos, através de entrevistas com alguns integrantes, entender como acontece essas relações de trabalho e como está a estabilidade e saúde financeira desses veículos.</p> Copyright (c) https://www.journals.usp.br/alterjor/article/view/176572 POR, PARA E DA COMUNIDADE: A CAMPANHA CONTRA O CORONAVÍRUS DO OBSERVATÓRIO DE FAVELAS 2020-10-23T18:17:16-03:00 Daniella Guedes Rocha guedes.dani@gmail.com <p>Partindo de discussões teóricas sobre comunicação comunitária, este artigo realiza a análise de conteúdo da campanha “Como se proteger do coronavírus”, do Observatório de Favelas do Rio de Janeiro, a fim de identificar que elementos da comunicação comunitária são acionados nas narrativas visando a produzir mensagens que se aproximam do interlocutor, gerando assimilação da mensagem. O objetivo deste artigo consiste em compreender como a teoria sobre produção de conteúdo na comunicação comunitária se reflete no conteúdo produzido pelo Observatório, estritamente pensado para alcançar o propósito do movimento #covid19nasfavelas, que seria o de conscientizar moradores sobre a prevenção à doença.</p> Copyright (c) https://www.journals.usp.br/alterjor/article/view/176548 UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PROJETO ELAS SOBREOTATAME: IMPACTOS DE UM CIBERATIVISMO FEMINISTA 2020-10-23T11:20:13-03:00 Ingrid Pereira de Assis ingrid.p.assis@hotmail.com Juliana Gobbi Betti jugobbibetti@gmail.com Larissa Silva Abreu larisssa.abreu@gmail.com Joceline Conrado da Silva jocelinecs@gmail.com <p>O Elas SobreOTatame é um projeto desenvolvido sob coordenação das mulheres do portal maranhense <em>SobreOTatame</em> <em>(SOT), </em>que trabalha temas a partir de um olhar feminista, produzindo conteúdos jornalísticos e eventos em ciclos temáticos, com a participação de profissionais especialistas no tema debatido. Este relato de experiência foi produzido a partir dos resultados de uma pesquisa realizada com as participantes dos eventos ocorridos em 2019, cujo objetivo foi compreender os impactos do projeto na vida dessas mulheres. Foi aplicada uma entrevista semiestruturada, tendo como direcionamento a compreensão da emancipação, autonomia e formação de conhecimento acerca das temáticas abordadas. Este relato de experiência traz os resultados apreendidos nesta pesquisa, visando contribuir para a formação e desenvolvimento de iniciativas comunicacionais de fortalecimento da mulher frente a uma sociedade desigual.</p> Copyright (c)